Banner

Clique e veja o ensaio...

 
Publicidade
colaboradorescolaboradorescolaboradorescolaboradorescolaboradores

PostHeaderIcon Fotos da Micareta 2012

PostHeaderIcon Seca: Governo da Bahia limita uso de água para consumo humano e animal

O governo da Bahia suspendeu a utilização dos recursos hídricos, que não sejam com fins de abastecimento humano ou animal, nas cidades afetadas pela seca. Com a medida, agricultura, projetos de irrigação e até de hidrelétricas passarão a ter o fornecimento suspenso até que as chuvas voltem a cair. A seca no estado já é considerada a maior registrada nos últimos 30 anos e 206 municípios estão em situação de emergência até esta sexta-feira (20). De acordo com reportagem do UOL, na última terça (14), fiscais estaduais, com apoio da Polícia Militar, apreenderam seis bombas de extração de água do rio da Prata, na Chapada Diamantina. Na próxima terça (24), a operação será realizada no rio Água Fria, em Vitória da Conquista. A capacidade da barragem, que abastece a cidade do sudoeste baiano, já diminui cerca de dois milhões de metros cúbicos. Ainda este mês, mais operações devem ser realizadas em várias outras regiões. O coordenador-executivo da Defesa Civil da Bahia (Cordec), Salvador Brito, explicou que a medida, prevista nos decretos de emergência, foi tomada porque os mananciais estão secando e não há perspectiva de chuva nos próximos meses para abastecê-los. “Essas ações estão sendo tomadas para assegurar, pelo maior prazo possível, o abastecimento de água para o consumo humano e animal. Essa medida existe para evitarmos um colapso”, disse. Além de suspender o uso do recurso para “fins econômicos”, o Estado anunciou que suspenderá o uso também para geração de energia. “O governo vai suspender a geração de energia na barragem da Pedra do Cavalo, que é a maior bacia hidrográfica do estado. Lá existe uma central hidrelétrica operada pela Votorantim. Isso vai ser combinado com o operador para que haja a desativação do sistema temporariamente. Acredito que não afetará o abastecimento de energia, pois a região pode ser abastecida por Sobradinho e Paulo Afonso, que são os maiores produtores de energia. Claro que serão necessários algumas operações de redistribuição, mas nosso pensamento, hoje, é no abastecimento humano”, afirmou Brito. Nesta sexta-feira (20), 14 municípios em emergência receberam cestas básicas, cedidas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. A entrega dos alimentos será feita na próxima semana. Ao todo, segundo a Cordec, 138 mil cestas serão distribuídas a famílias baianas afetadas pela escassez de chuva.

Bahia Noticias.

 

Warning: preg_replace() [function.preg-replace]: Unknown modifier ';' in /home/ibitiarane/public_html/portal/plugins/content/jw_allvideos.php on line 266
 

PostHeaderIcon Últimos Comentários

Visitantes
Hoje111
Ontem322
Semana434
Mês8149
Todos297759
Nós temos 2 visitantes online